Música: Living Things – Linkin Park

Oi, como vai você?
Fiquei um tempão encarando o WordPress e pensando no que postar, já que hoje eu tive tempo (fiquei com um torcicolo e passei a tarde todinha em casa). Até que eu percebi que eu estava ouvindo “Burn It Down”… uma música do 5º albúm do Linkin Park, Living Things.

Tem algumas bandas que simplesmente marcam a nossa infância. Alguns foram marcados por Xuxa, outros por Eliana… até mesmo Angélica.

Eu não. Tive influências… diferentes. Cresci ouvindo Linkin Park, Red Hot Chili Peppers… bandas que nem todas a crianças escutam na infância. Partindo daí, meu gosto musical continuou o mesmo e claro, Linkin Park está presente no meu passado e no presente. Mas vamos falar sobre o Living Things.

A-M-A-D-U-R-E-C-I-M-E-N-T-O. Isso é a palavra chave do Living Things. A banda se reinventou, se remodelou, cresceu e só melhorou.

Claro que o nosso LP de sempre não perdeu suas características, só saiu do mainstream. Uma coisa notável no álbum é uma diminuída naquelas explosões  de guitarra nos refrões (não que eu esteja reclamando, eu adoro, mas era sempre a mesma coisa e vocês sabem disso), como em Faint, Numb, In The End (que são as minhas antigas preferidas) e outras. Agora tem refrão de todo jeito, calmo, pesado, que dá vontade de cantar, gritar, pular… essa é a essência do Linkin Park. Mexer com você, seja como for.

Minhas músicas preferidas do Living Things:

– Roads Untraveled 

(“May your love never end, and if you need a friend, there’s a seat here alongside me.”)

– Burn It Down

(“We’re building it uuuuuuuuuup, to break it back dooooooooown!” )

– Leave All Out The Rest

(“When you’re feeling empty, keep me in your memory, leave out all the rest”)

– Castle Of Glass

(“Cause I’m only a crack in this castle of glaaaaaass…”)

– Lost In The Echo

(As partes do Mike são as melhores, de buenas.)

E aí, curtiram? Pra que gostou mesmo, você pode fazer o download do Living Things nesse link AQUI pelo 4Shared.

Até logo (: xx

Anúncios

5 comentários sobre “Música: Living Things – Linkin Park

  1. Oi!
    Eu não tive influências de irmãos mais velhos (não sei se é o teu caso, mas é o da maioria dos meus amigos), porque sou a filha mais velha, então papai e mamãe só me ensinavam a ver coisas de criança, hahaha.
    Mas na adolescência ouvi muito essas músicas mais conhecidas do LP, como as antigas que você citou. Nossa, eu adorava. E adorei os vídeos. Burn it down é linda. Como você disse, a essência da banda está aí, mas bem amadurecida. Amo isso ❤

    Leave all the rest eu amo amo amo!

    Bjo bjo!

  2. Oi Sarinha, tudo bom?

    Eu sempre fui aquela pessoa que influenciou todo mundo a ouvir Linkin Park. Nos meus 12/13 anos eu gostava tanto deles, que um grupo de amigos meus ficaram com raiva da banda e ameaçaram queimar meus CDs deles, haha. Mas no dia seguinte ao show que eu fui, em 2010, foram os primeiros a ir na minha casa perguntar como foi o show. *-*

    Acredita que ainda não ouvi o Living Things? Baixarei, para ver se gosto.

    Se quiser, passa lá no Hey, Liih!
    Bom começo de semana, beijos beijos.

  3. Oi linda 😀 Sempre fui influenciada pela minha irmã mais velha a ter os mesmos gostos que ela e estou super satisfeita com ela. É uma pena que ela não incluiu Linkin Park nisso, haa. Muitos amigos meus amam a banda e já vou começar a ouvir, fazer uma pastinha pra ver qual será minha conclusão, espero que eu goste! Obrigada pela dica, aliás. Não perde o sorteio de um colar lindo lá no blog, hein? Estou contando com sua ajuda.

    Beijos,
    Fernanda Zucolotto.
    http://migre.me/aP6Bl

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s