Let Me See: Black Swan (Cisne Negro)

Oi, como vai você?

Esse post está pronto no meu caderno desde que eu assisti esse filme, a mais ou menos um mês atrás. Na verdade, comecei a escrevê-lo durante o filme. Sabe quando você presencia algo tão fantástico que não consegue conter suas opiniões? Pois é, aqui estou eu.

Ah, atenção: ESSE POST CONTÉM SPOILERS. Mas acho que eu sou a única pessoa que nunca tinha visto Black Swan. Ok.
 

 

A história mostra a montagem do ballet “O Lago dos Cisnes”, de Tchaicovsky, por uma companhia de dança que precisa de uma nova Rainha dos Cisnes, já que a bailarina que a fazia estava se aposentando. Nina (Natalie Portman), que é doce, sutil e cheia de mimimis tabus, é escolhida para o papel principal do ballet, mas só há um “pequeno” problema: Nina só carrega em si o Cisne Branco. A partir disso e da pressão que a mocinha sofre por seu coreógrafo, por sua mãe, pela inveja de outras bailarinas da companhia e por suas próprias expectativas, Nina começa a sofrer uma espécie de metamorfose psicológica em que não só seu personagem mas também sua própria pessoa vão se transformando no sensual e indomável Cisne Negro, o que afeta de forma intensa a todos (a sua mãe que, como uma bailarina frustrada, tenta realizar todos os sonhos que não pode através da filha; a seu coreógrafo, que fica hipnotizado pela transição que a bailarina sofre; a própria Nina, que tem sua sanidade mental reduzida aos cacos de espelhos que a distorciam).

 

Fatos Ocultos
 
Depois de ler várias resenhas sobre o filme, descobri algumas coisinhas “subliminares” no filme, mas que podem ser facilmente percebidas se prestarmos bastante atenção. Black Swan não é considerado um thriller por acaso.

Uso de espelhos: é uma amostra da alteração na percepção de mundo de Nina, que começa a ser assombrada pelo Cisne Negro, que aos poucos toma conta dela. Os espelhos refletem o estado em que encontra sua mente. Antes de subir ao palco para apresentar o ato do Cisne Negro, Nina tem um conflito consigo mesma (ela se vê lutando contra Lily, que é sua substituta e que se torna sua adversária perante seu estado psíquico) e nesse conflito ela quebra um espelho, o que representa sua transformação em Cisne Negro.
 

 
A mãe de Nina: representa parte do controle mental exercido sobre Nina. Ela manipula a personalidade da protagonista para realizar seus sonhos de ex-bailarina, fazendo com que Nina cresça perturbada, frágil e infantilizada (exemplos: seu quarto rosa e sua caixinha de música).

Dualidade: Nina é uma bailarina incrível, mas não demonstra sentimentos com sua dança, sendo puramente técnica. Seu coreógrafo começa a manipulá-la para que o Cisne Negro emerja, aflorando sua sexualidade.

Cicatrizes: são apenas reflexos da projeção mental de Nina a respeito de sua metamorfose. Ela acredita estar se ferindo enquanto  que realmente está acontecendo é sua transformação em Cisne Negro (exemplos: as penas, os olhos vermelhos, as pernas que, em uma de suas alucinações, se retorcem).
 

 

É incrível como, durante o filme, é possível perder a noção do que é real e o que é fruta das sombras da mente torturada de Nina e também a forma como ele demonstra a fragilidade da mente humana. Black Swan é um verdadeiro mergulho no inconsciente do ser humano, um animal que, mesmo racional, é movido por medos. Incrível também é o final… Na verdade, foi um verdadeiro choque: não exista mais “Nina”, só um Cisne independente, sombrio e caótico. O preço da perfeição em retratar animais iguais e de naturezas opostas foi o próprio “eu” da jovem bailarina. Isso tudo pode ser também comparado com a fama (na vida real), onde os limites para se atingir o utópico são ferozmente ultrapassados o tempo todo.

E sim… Ela estava perfeita.

 

 

Trailer

 

Até logo (: xx

 

P.S.: isso não é uma resenha porque eu não me vejo como uma blogueira que faz resenhas. É uma opinião (se para você é tudo a mesma coisa… Não interessa).

Anúncios

4 comentários sobre “Let Me See: Black Swan (Cisne Negro)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s