Sobre nossos dias, a vida e a forma como a enxergamos

 

Tem dias em que a gente acorda com vontade de mudar o mundo, já em outros nem temos vontade de levantar da cama. Não fique paranoico com isso. Essa fome de mudanças quem vem e vai é completamente normal.

Tem dias em que a gente tenta com todas as nossas forças tirar cada uma das tralhas que andam fazendo peso em nosso coração, mas nos contentamos em destralhar nossa escrivaninha ou nosso guarda-roupas… e olhe lá.

Tem dias em que nos mimamos com doces, compras ou simplesmente uma maratona com nossos filmes preferidos e umas colheres de brigadeiro, só para ajudar a cicatrizar algo que saiu do lugar. Em outros dias, nos esforçamos com disciplina para não deixar ninguém nos ferir, para que não precisemos cicatrizar nada mais tarde.

Tem dias em que abrimos os olhos e entendemos como a vida é curta. Dançamos e cantamos, aproveitamos tudo a que temos direito. Tem dias em que simplesmente queremos sumir e nos perguntamos o porquê de as coisas serem como são.

O que eu quero dizer com essa porção de “tem dias” é: não deixe um dia ruim fazer você sentir que tem uma vida ruim.  Temos dias e dias, ué. Nada acontece por acaso. Na verdade, tudo o que acontece em nossas vidas tem a função de nos ensinar algo, por menor que seja a lição. Sem uns obstáculos a vida seria fácil, e lembre-se: tudo o que vem fácil, vai fácil.

E sabe… assim não teria graça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s