Antônio

Não sei o porquê, mas as pessoas no transporte público sentem muita liberdade pra conversar comigo.

Estava eu na lotação, indo trabalhar e pensando no que poderia postar nessa semana quando um senhor se senta ao meu lado. Com um simpático “com licença”, ele deu inicio a uma conversa cheia de comentários aleatórios comigo. “Nossa, o motorista fica virando o volante pra lá e pra cá, parece que está bêbado”, disse, dando uma risadinha, como quem conta um segredo a um amigo. “A rua é muito esburacada, né?”, eu respondi, ainda meio confusa com o início da conversa. A partir daí, o senhorzinho disparou outras aleatoriedades, como “olha que menino novo e comprido! A cabeça quase bate no teto!”, ou sua admiração porque o motorista parou fora do ponto para uma pessoa mais velha. Também falou sobre ter ido fazer a feira em um lugar que não era o de costume e não ter achado nada bom. “Deveria ter feito a feira aqui no Carrefour, que fica do lado da minha casa… Moro ali na pracinha!”, comentou.

Logo entendi tudo. Ao observar o senhorzinho, percebi que ele não deveria ter muita gente para conversar. Após me contar que seu nome era Antônio, ele disse que ia cair no próximo ponto, afinal “velho não desce, velho cai”, como ele mesmo disse antes de dar mais risadinhas. O jeitinho interiorano de Antônio era marcante. Entendi que antes de ser um senhorzinho engraçado, observador e de risada fácil, Antônio era o típico Tio do Pavê da família. Me contou ainda que ele costuma rir de tudo porque isso é a melhor coisa da vida e ficar sério o tempo todo é chato e sem sentido.

Antônio me ensinou a lição do dia: devemos levar as coisas menos a sério porque a vida pode ser mais leve e divertida do que imaginamos.

Acho que todos precisamos ser um pouco mais Antônio.

Anúncios

4 comentários sobre “Antônio

  1. EU SIMPLESMENTE SOU ‘A FÃ’ DESSE TIPO DE NARRATIVA!

    o que nos disparam essas pessoas… não é legal demais!?

    eu acho que sou que nem o Antônio, numa dessas, fico pensando se alguém já não escreveu um texto sobre as aleatoriedades que ando falando por aí…. Hhahahaah

    Adorei o texto!

    • Eu AMO essas coisas. É sempre tão inesperado, espontâneo… e acontece comigo com muita frequência! Se você já tivesse conversado comigo, provavalmente estaria registrado aqui, HAHAHA.
      Muito obrigada! ❤

  2. Que senhorzinho legal, eu sempre tenho conversas assim com pessoas de mais idade nos ônibus, eles realmente são carentes de atenção e eu gosto tanto de conversar com eles, qualquer dia conto no blog a minha ultima experiência também ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s