18 considerações sobre “Depois de Você”

Oi, como vai você?

Como prometido, cá estou eu para falar o que achei sobre “Depois de Você”, continuação do livro “Como Eu Era Antes de Você”.

Confesso que comecei esse livro meio desconfiada e sem demonstrar muito interesse, afinal, como poderia ser possível dar continuidade à história de uma forma tão incrível quanto o primeiro livro foi incrível? Mas parça… Essa tal de Jojo Moyes é destruidora mesmo.

ATENÇÃO: isso é um textão e ele é integralmente composto de spoilers. Se você já leu o livro/não se importa com isso, prossiga com a leitura.

FullSizeRender 1.jpg

DESCRIÇÃO DO LIVRO

“Quando uma história termina, outra tem que começar.
Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.” (Saraiva)

O QUE ACHEI

  1. Sabe aquela sensação que você tem quando expira depois de prender a respiração por muito tempo? Foi esse alívio que eu senti quando terminei de ler esse livro, além de um quentinho no coração e um pouco de frio na barriga pelo futuro que estava por vir para a Lou.
  2. Achei T U D O a Josie (mãe da Lou) super feminista? Achei T U D O o Bernard (pai da Lou) correndo atrás dela com as pernas depiladas no final? Sim, claro ou obviamente?
  3. Gostei bastante da transição “completo idiota – cara bacaninha” do chefe da Lou no pub. O cara era bem irritante e foi totalmente inesperado ele reagir tão bem e se desculpar quando a Lou explodiu (o que me lembrou de quando ela explodiu ela primeira vez com o Will dizendo que ele não precisava se comportar como um babaca o tempo todo e… eles ficaram amiguinhos!).
  4. São engraçadas as associações aleatórias que eu faço, mas imaginei o Grupo Seguindo em Frente igualzinho ao Grupo de Apoio de “A Culpa É Das Estrelas”. Outra associação ridícula foi pensar na Georgina (irmã do Will, que, por acaso, não aparece no filme “Como Eu Era Antes de Você”) como a Georgina de Gossip Girl… Não tem jeito, a Michelle Trachtenberg está impregnada nesse nome. Me julguem.
  5. Gente, não tem jeito, eu AMO o avô da Lou (ainda que ele seja um personagem secundário, pra não dizer terciário), acho ele a coisa mais gracinha desse mundo. Sei lá, sinto muito carinho por ele toda vez que ele é citado (“ein gordura!”). ❤
  6. Senti muita falta do Thomas falando coisas inapropriadas o tempo todo (não sei se pintar a cara de geral com caneta permanente e perguntar o que é “depilação dos fundilhos” foi o suficiente pra mim, queria mais), ele tem um timing muito bom! HAHAHA. ❤
  7. A Treena é muito insuportável. Esse ar dela de quem tem certeza que sabe de tudo e tem razão o tempo todo me irrita DEMAIS, ela é muito chata, minha nossaaaaa a a a. Dá um puta cansaço ver todo mundo tentando decidir a vida da Lou por ela o tempo todo.
  8. Que reviravolta IMPRESSIONANTE foi o surgimento da Lily na história, cara. Apesar de achá-la folgadinha demais (imagina um ser humano comendo sua comida, bagunçando sua casa, levando para lá gente desconhecida que ainda rouba suas coisas, fumando horrores lá dentro, usando sua meia-calça de abelhinha, sendo impertinente e explosiva daquele jeito o tempo todo…), não consegui não gostar dela como não gosto da Treena, hahaha. Ela meio que tem motivos suficientes pra ser daquele jeito (uma mãe que não está nem aí pra ela, um padrasto “pentelho”, um pai que ela não conheceu porque ele cometeu suicídio, a possibilidade de ter uma foto comprometedora vazada, além de ser filha de ninguém menos que Will Traynor). E que agonia quando essa menina sumiu, hein? Af.
  9. Falando em Lily, como foi maravilhoso quando ela se entendeu com os avós, hein? Quando a Camilla deu a louca, saiu do salto e abriu o coração pra ela, dei pulinhos de felicidade mentais.
  10. Falando mais uma vez em Lily e em Treena, eu super apoiei a Lou quando ela deixou tudo pra lá pra procurar a Lily, cuidar dela e tentar dar um jeito na vida da menina enquanto a Treena só mimimizava de um forma que dava a entender que a Lou não entendia nada da vida. Tipo, cala a boca, sério. A jovenzinha precisava de um apoio que só a Lou poderia dar. A jovenzinha fez um canteirinho lindo de flores e frutas pra Lou.
  11. Só duas pessoas conseguem ser infinitas vezes piores do que a Treena: a Tanya (“mãe” da Lily) e aquele merda daquele Sr. Garside (espero que você também tenha tido aquele sensação de “chupa, seu trouxa!” quando o pessoal encurrala ele… obrigada, por aquele soco sensacional, Lou, quando crescer quero ser igual você).
  12. Curti muito a Lou com o Sam. Não sei o exato porquê, mas imaginei o Sam como o Jeffrey Dean Morgan jovem, com a cara que ele tinha em “PS: Eu Te Amo”, durante a história inteira… Sei lá, ele tem cara de Sam. E você? O imaginou com a cara de algum ator? Enfim. Acho que ele ajudou demais na missão “seguir em frente” da Lou.
  13. Falando em Sam, quem mais aí teve um mini heart attack quando parecia que o Sam era pai do Jake (o menino do Grupo)? HAHAHAHA #TáAmarrado
  14. O outro heart attack definitivamente foi quando parecia que eles não ficariam juntos (tanto durante a conversa tensa na ambulância quanto quando o parça levou dois tiros), cara. Eu já comecei a pensar: “AH NÃO, MANO, DE NOVO NÃO, A LOU E EU NÃO PODEMOS SUPORTAR MAIS UMA PERDA, PARA COM ISSO”.
  15. Mais uma coisinha relacionada ao Sam: quero muito um filme de “Depois de Você” só pra ver os produtores reproduzindo o vagão de trem. Se não tiver isso, nem quero assistir.
  16. Acho que nenhuma outra coisa teria dado aquele quentinho no meu coração tão bem quanto a “cena” em que eles soltam os balões brancos na festinha que aconteceu casa da Lou. Foi extremamente simbólico, um lindo “let it go, mas nunca te esquecerei”, sabe? Esse momento traduz muito bem aquela sensação de expirar da qual eu falei no nº 1. Outro quentinho no coração foi quando o Nathan chamou a Lou de “Clark” enquanto eles trocavam e-mails. Sdds, Will, sdds.
  17. Me surpreendi muito com o final e não imaginei que a Lou iria mesmo para NY e viveria esse relacionamento a distância com o Sam. Por um segundo, imaginei que ela ficaria de boinhas lá na casa dela com a Treena e o Thom, amando o Sam, cultivando umas plantinhas lá no canteirinho e tal. Por outro segundo, imaginei que ele pelo menos iria junto com ela. Imaginei várias coisas e por isso o final me deu friozinho na barriga, mas um friozinho na barriga super bom porque…
  18. Ela conseguiu seguir em frente e isso foi lindo, extremamente confortante de se ler. Não tem jeito, a gente sempre vai esperar por um final feliz e, pelo bem da minha paz interna, esse livro deu uma ajeitadinha no vácuo que a morte do Will deixou em mim (veja bem, uma AJEITADINHA! Tem certas coisas que não dá pra consertar </3) . Ele pediu pra ela viver bem e ela conseguiu seguir o conselho.

 

Até logo (: xx

Anúncios

2 comentários sobre “18 considerações sobre “Depois de Você”

  1. Achei esse livro maravilhoso, a Jojo conseguiu fazer um livro das páginas tristinhas até as de ação.
    Fui #teamsam desde o comecinho, deu um aperto no coração pensar que ela poderia perder ele ou não ficar com ele no final.
    E a chegada da Lily deu um guinada na vidinha mais dela e ainda envolveu assuntos atuais como vazamento de fotos e feminismo (mãe da Lou, rainha)

    Obs: Treena é um saco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s