21 coisas que aprendi em 21 anos

Oi!

Em janeiro, completei a maioridade real oficial mundial e  resolvi listar algumas coisas que aprendi em mais de duas décadas de vida.
img_4791

  1. Olhar o lado bom das coisas faz com que coisas boas aconteçam com mais frequência. Parece mágica, mas é só a mudança na forma como você encara as coisas.
  2.  Se organizar faz com que a vida seja mais fácil. Como tenho uma memória H O R R Í V E L, só consigo funcionar à base de muita anotação e planejamento. Isso facilita tudo.
  3. Não vale a pena ficar reclamando. Tem um problema? Vai lá e resolve. Sentar e cruzar os braços nunca moveu nada do lugar.
  4.  NUNCA. CRIE. EXPECTATIVAS. E. NÃO. ESPERE. NADA. DE. NINGUÉM. Não faz bem e você só se desgasta.
  5. Tudo tem um motivo. As coisas sempre acontecem como tem que acontecer, no momento certo. Se algo não ocorreu como você queria, é porque é melhor assim. Confia em mim, um dia você vai entender o propósito disso.
  6. Família é algo extremamente importante. Não interessa quantas pessoas passem pela sua vida, quantos amigos você vai fazer. Quem sempre estará ao seu lado é sua família. Seja um pai e uma mãe, uma “pãe”, um “mai”, a avó que te criou, aquela tia mais próxima. Essas pessoas que devem ser sua base, não aquela bff que você conheceu semana passada.
    img_4795
  7. Ouça mais, fale menos. De preferência, se não tiver nada bom ou útil para falar, nem fale. Primeiro: o mundo já tá cheio de ruindade. Segundo: você aprende demais quando escuta os outros. Terceiro: ninguém é o dono da razão.
  8. Coisas ruins acontecem, erros são cometidos e tá tudo bem. Como eu disse no item 5, tudo tem um motivo. O que nos resta é aprender com essas situações e tirar o melhor de todas as experiências (preciso ler esse item todos os dias, já que cobro demais de mim mesma).
  9. Sair da zona de conforto faz bem. Afinal, if you never try, you’ll never know.
  10. Amor próprio é tudo. Não existe sensação melhor do que se sentir bem consigo mesmo e ter autoconfiança. Com isso, você faz o que quiser e vai muuuuito longe. Mas fique tranquilo, isso é um exercício diário e não acontece rapidamente para todo mundo.
  11. Corra atrás do que você quer. Nada se move do lugar sem um impulso. Tem um objetivo? Planeje-se e faça acontecer.
  12. Hobbies são importantes. Distrair a cabeça faz muito bem, então reservar um tempo para fazer o que você gosta é fundamental para ter uma vida saudável. Escreva, desenhe, leia, ouça músicas, veja filmes, fotografe, viaje.img_4793
  13. Tenha um tempo para você mesmo. Isso faz parte do item 10. É essencial ter algum momento destinado para ficar voltado para si mesmo, tanto para alcançar o autoconhecimento quanto para se mimar um pouco. Faça um spa day ou vá às compras (com moderação, plmdds), por exemplo.
  14. O mundo dá voltas. As coisas mudam, pessoas mudam, situações mudam e isso é normal e constante. Se prenda menos, seja generoso com todos. Você não sabe o dia de amanhã.
  15. Tudo que vai, volta. Essa frase é tão, mas tão verdadeira que ainda tatuarei. Karma é um lance real, então cuidado com a energia que você emana porque isso volta (às vezes, volta em dobro).
  16. Chorar faz bem. Nesse item, eu sou especialista, nunca vi alguém ser tão chorão quanto eu. Pelo menos isso tem um lado bom: me sinto de alma lavada sempre que choro, seja na frente de quem for. Faz bem.
  17. Se ponha no lugar dos outros. Julgar a vida alheia é errado. Sempre que for abrir a boca para falar de alguém, imagine como seria se alguém dissesse o mesmo de você.
  18. Não se arrependa do seu passado (a não ser que você tenha cometido um crime ou interferido de forma negativa na vida de alguém, ok, gente?). Todas as decisões que você tomou até hoje resultaram na pessoa que você é hoje. Se o seu “eu” do presente é motivo de orgulho, não fique desejando poder mudar seu passado pois, sem ele, você não estaria como está. Tudo é um aprendizado.unnamed-1
  19. Entre estar certo e ser feliz, escolha ser feliz. Já fui e ainda sou um pouco teimosa e gente… Não vale a pena. Entre ficar de boas e iniciar uma treta, prefiro ficar de boas.
  20. Existem diferentes formas de ser feliz e ninguém tem nada a ver com isso. Fico bem brava quando ouço pessoas ridicularizando a felicidade alheia. Seja por ter mudado de carreira, por preferir estar solteira a namorar, por ter saído do armário, por não querer ser mãe, por preferir ficar em casa do que na balada ou vice-versa. Contanto que você, mais uma vez, não esteja cometendo um crime ou interferindo na vida de alguém, siga sua felicidade sem se importar com o que os outros pensam. Eles não tem nada a ver com isso e não pagam seus boletos.
  21. Viva a vida intensamente. Quando nascemos, nos é dado um período de tempo muito curto para aproveitarmos a vida. Como não sabemos quanto tempo temos, o melhor a ser feito é aproveitar cada dia como se fosse o último, com muito amor, principalmente. Abrace, beije, se declare, diga mais “eu te amo”, dance, ria, chore (de felicidade), sinta.

Até logo (: xx

Sobre mudanças

Oi!

Como de costume, há meses não apareço por aqui. Confesso que não me orgulho desse costume, mas me orgulho de outro: o costume de sempre tentar de novo. Esse blog é meu porto seguro. É para onde corro quando as coisas parecem estar fora do meu controle, quando quero desabafar, quando quero colocar para fora tudo o que veio para dentro. Nesse ano, ele completa 6 outonos e, para mim, chegou a hora de mudar um pouco e vim falar sobre essas mudanças.

15338386_1206723902716010_4321329105183178752_n

Há mais ou menos um ano, descobri que existia um blog americano chamado Her Lovely Heart. Não consegui identificar se ele foi criado antes ou depois do meu, mas preferi mudar do que entrar em uma treta internacional, até porque me parece um blog bem sério, com marca firmada etc.. Antes mesmo disso, já pensava em trocar o nome do meu cantinho, porque falar o nome dele para as pessoas era sempre um parto diferente. Cogitei milhares de nomes e… nada. Até que, nessa semana, como um estralo, resolvi que o novo nome seria… meu nome. Isso ninguém me tira, ué. O próximo passo é mudar a URL do blog, porém isso não será possível enquanto eu usar o WordPress gratuito. Em breve, terei um novo domínio, mas isso só depende da minha força de vontade para manter a frequência de posts, senão não adianta nada, né? 😛

unnamed

Enfim, o “estralo” veio durante a criação do meu canal no Youtube (opa, olha outra mudança aí!), algo que eu quero há um tempão e nunca desenrolava. Foi tudo muito rápido: criei o canal já postei o primeiro vídeo (que compartilhei aqui, inclusive). Junto a tudo isso, desenvolvi uma nova identidade visual para o blog (tá, é só um banner, já que os temas gratuitos do WordPress são a coisa mais limitada que eu conheço), a página no Facebook e o canal.

UFA! Quanta coisa, né? Eu sei, principalmente para uma pessoa que esteve “desaparecida” daqui por meses. Mas quem sabe agora não vai, né? If you never try, you’ll never know. Tenho muitos planos para essa nova fase e, se tudo der certo, garanto que não vou desapontar. Tem coisa boa vindo!

Se inscrevam no CANAL e aguardem porque é bem provável que saia vídeo todo sábado. Espero que você goste!

Até logo (: xx